Tags: Ensino Superior

Será que investir em um curso de Gestão Pública vale a pena? Quais são as possíveis áreas de atuação? E como é o mercado de trabalho?

Se você já cogitou ser um gestor público certamente já se fez essas perguntas!

O curso de Gestão Pública pode ser oferecido como tecnólogo ou bacharelado e tem o objetivo de capacitar os alunos para a administração pública.

Ou seja, esse curso prepara os futuros profissionais para que tenham as ferramentas necessárias na gestão de órgãos públicos municipais, estaduais ou federais de diferentes setores.

As características de quem procura por esse curso podem ser várias: profissionais que já estão nesse mercado de trabalho e querem se especializar, pessoas que sonham com a carreira executiva ou com a aprovação em concursos públicos.

Os gestores públicos têm suma importância na condução do dia a dia da sociedade e devem zelar pelo bem-estar econômico e socioambiental.

Conheça mais sobre o curso e ainda entenda o porquê investir nessa graduação!

Neste artigo você vai conferir:

O que faz um gestor público?
Como é o curso de Gestão Pública?
Quais as possibilidades de atuação no mercado de trabalho?
5 motivos para investir nessa graduação
Conclusão

Várias pessoas sentadas ao redor de uma mesa de reuniões conversando e mexendo em seus computadores.

O que faz um gestor público?

O gestor público é o profissional responsável por planejar, executar e fiscalizar ações que garantirão uma prestação de serviço à população com ética, qualidade e eficiência.

Veja algumas das suas principais atribuições:

  • Administra os processos e serviços de órgãos e instituições públicas;
  • Gerencia equipes de trabalho;
  • Coordena a competitividade das instituições, com incentivos à produtividade e qualidade dos serviços;
  • Cria ou participa da elaboração de políticas públicas, como o enfrentamento à violência doméstica contra a mulher;
  • Fiscaliza as questões orçamentárias e participa dos processos de licitações;
  • Comanda a logística e operacionaliza campanhas públicas, como a de vacinação;
  • Trabalha na assessoria de parlamentares;
  • Dirige iniciativas do terceiro setor ligadas ao desenvolvimento de políticas públicas.

Esse profissional, portanto, atua como se a sociedade fosse o seu cliente, trabalhando para atender as demandas da população. Por lidar com recursos públicos, sua atuação deve ser transparente e seguir rigorosamente os preceitos da Constituição Brasileira.

Além disso, o gestor público também pode atuar e se especializar em áreas específicas, como saúde, educação ou segurança, e trabalhar na proposição de políticas públicas que auxiliem numa transformação social positiva.

Como é o curso de Gestão Pública?

O curso de Gestão Pública pode ter duas formações diferentes: como tecnólogo (2 anos de duração) e como bacharel (4 anos de formação).

Na FAESA o curso de Gestão Pública EAD é tecnólogo e tem três principais vertentes teóricas na sua formação: direito, administração e economia.

A partir dessas três nuances os alunos saem do curso preparados para trabalhar em instituições publicas diversas prezando sempre pelo bem comum da sociedade.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) prevê algumas disciplinas para o curso de Gestão Pública, sendo elas:

  • Comportamento organizacional;
  • Comunicação e linguagem;
  • Contabilidade pública;
  • Economia do setor público;
  • Estado, Governo e Administração Pública;
  • Ética, responsabilidade social e desenvolvimento sustentável;
  • Finanças e orçamento público;
  • Gestão de programas e projetos;
  • Gestão de recursos humanos no setor público;
  • Legislação aplicada ao setor público;
  • Licitações e contratos administrativos;
  • Logística e patrimônio público;
  • Marketing aplicado ao setor público;
  • Matemática e Estatística aplicadas à gestão pública;
  • Planejamento organizacional;
  • Políticas públicas;
  • Processos decisórios e técnicas de negociação;
  • Sistemas de informação e apoio à decisão na gestão pública;
  • Teorias da Administração Pública.

Como percebe-se pelo teor das disciplinas, o entendimento das leis brasileiras, da administração pública, contabilidade e comunicação organizacional são crucias para a formação do profissional de Gestão Pública.

Mulher sorrindo e segurando uma placa, ao lado um homem mexendo em seu computador.

Quais as possibilidades de atuação no mercado de trabalho?

O mercado de trabalho para gestores públicos está aquecido, tendo em vista o aumento exponencial das cidades. Por isso, a procura por mão de obra qualificada tem sido cada mais crucial para atender as necessidades de centros urbanos.

O gestor público pode atuar nas esferas executiva, legislativa e judiciária, nos âmbitos municipal, estadual ou federal. Contudo, o ingresso na maioria dessas carreiras exige a aprovação em concursos públicos, o que demanda um tempo de preparação e estudos por parte do recém-formado.

Entretanto, além da atuação em órgãos públicos, esse tipo de profissional também pode trabalhar com empresas privadas e Organizações Não Governamentais (ONGs).

Veja algumas das principais oportunidades de trabalho para gestores públicos:

  • Órgãos públicos: instituições como Ministérios, Agências, Secretarias e Institutos de Pesquisa, em diferentes setores como Saúde, Habitação, Educação, Segurança, Desenvolvimento, Turismo e Cultura, sempre precisam de profissionais qualificados e atualizados para prestar um serviço eficiente e de qualidade para a população.
  • Associações sem fins lucrativos: no caso de Organizações Não Governamentais (ONGs), os gestores públicos podem atuar, sobretudo no desenvolvimento de projetos ligados a criação de políticas públicas.
  • Empresas privadas: nesse tipo de instituição privada, o profissional pode trabalhar principalmente na articulação de parcerias e ações entre empresa e órgãos governamentais.

Em relação as remunerações, a média salarial para um tecnólogo em Gestão Pública é de R$ 4.957,22, mas, no caso de alguns concursos públicos pode chegar a R$ 12.911,54.

Existem, também, algumas tendências para a profissão, que podem se transformar em potenciais mercados de atuação.

A integração com outros setores, por exemplo, tem sido cada vez mais necessária, visto que a aproximação entre áreas que, a princípio seriam independentes (como a Ouvidoria e a Comunicação), tendem a reduzir obstáculos operacionais e aumentar a eficiência dos serviços.

Outra questão é que, como estamos vivendo uma época de intensa instabilidade econômica, há a oportunidade de gestores públicos trabalharem e de se desenvolverem na área de formulação de estratégias econômicas.

Nesse sentido, o objetivo do profissional de Gestão Pública é otimizar a utilização dos recursos públicos e criar estratégias para recuperação da economia e a eficiência dos processos administrativos.

Uma das possibilidades é o investimento em tecnologias, por exemplo, que tendem a reduzir custos no processo de gestão das cidades, como prega o conceito de smart cities.

Outra possibilidade de atuação que tem tido muita procura, inclusive em outras áreas, são os serviços de consultoria. As consultorias são trabalhos pontuais, normalmente contratados para atuar com expertises técnicas em projetos específicos.

O mercado de trabalho para o profissional de Gestão Pública, portanto, tem uma vasta área de atuação.

Mulher vestindo toga e capelo de formatura, sorrindo enquanto segura um diploma na mão.

5 motivos para investir nessa graduação

Se você está em dúvida sobre fazer ou não o curso de Gestão Pública e seguir essa área de atuação profissional, confira alguns motivos que podem te mostrar porque é interessante investir nessa graduação.

👨‍🎓Possibilidade de uma carreira estável

Uma das vantagens em investir no curso de Gestão Pública é que ele prepara você para ocupar cargos públicos e, como a maioria deles é conquistado a partir de concursos, a estabilidade financeira é garantida.

Os funcionários públicos são aparados por uma lei que só prevê demissões em caso de processos disciplinares, então, uma fez concursado, sua carreira profissional está garantida.

💰Remunerações altas

A média salarial para um gestor público costuma ser mais alta do que em outras profissões, inclusive no início da carreira, quando os profissionais ainda têm pouca experiência.

Além disso, a possibilidade de seguir a carreira em órgãos públicos dá a oportunidade desses profissionais atingirem tetos salariais de até R$ 39 mil, considerando benefícios e outros auxílios.

⏰Curso EAD com curta duração

O curso de Gestão Pública, por ser um tecnólogo, possui apenas 2 anos de duração e ainda pode ser ministrado a distância. Esse tipo de modalidade de ensino permite que os alunos façam as aulas quando e onde acharem melhor.

Os cursos EAD, pela flexibilidade de horários, são uma ótima opção para quem já está no mercado de trabalho e precisa conciliar ambas as atividades.

Esse tipo de modalidade de ensino também costuma ter preços mais acessíveis, já que não precisam da estrutura de salas de aulas ou laboratórios, por exemplo.

📚Promove uma formação interdisciplinar

A formação em Gestão Pública envolve conceitos pertencentes a diferentes disciplinas e áreas do conhecimento, como economia, direito, política, administração e comunicação organizacional.

Portanto, é um curso que, para além da profissão de gestor público, também fornece subsídios para você contribuir com outras áreas do mercado de trabalho.

🏆Atuação em prol do bem comum

O papel do gestor público é trabalhar para melhorar as organizações públicas, muitas delas presentes no dia a dia da população: das prestações de serviço mais simples até a formulação de políticas públicas.

Por isso, esses profissionais atuam em prol do bem comum e da qualidade de vida das pessoas. É uma atribuição muito digna, não acha?

Conclusão

Neste artigo você conferiu como é o curso de Gestão Pública, quais são as atribuições e possibilidades desses profissionais no mercado de trabalho e também 5 motivos para você investir nessa graduação.

O curso de Gestão Pública prepara os alunos para atuarem nos diversos setores da administração de órgãos públicos, prezando pela transparência e pelo bem comum.

Além disso, o curso dura apenas 2 anos e pode ser realizado a distância, uma modalidade de ensino que traz diversos benefícios aos alunos, sobretudo aqueles que precisam de flexibilidade para conciliar trabalho e estudos.

Gostou desse conteúdo? Continue acompanhando o blog EAD FAESA para ler mais artigos sobre educação e mercado de trabalho.

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

New call-to-action

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT