Cursos de graduação EAD

Como é o curso de Fisioterapia EAD? Tire suas dúvidas agora!

Por Redação   | 

 Tag: Cursos de graduação EAD

Você sabia que o curso de Fisioterapia EAD oferece diversidade no aprendizado e um amplo leque no mercado de trabalho?

O fisioterapeuta trabalha tanto na prevenção quanto na recuperação de lesões, cuidando do restabelecimento dos movimentos dos pacientes usando técnicas de exercícios físicos ou massagens. Esse profissional pode atuar em hospitais, clínicas especializadas, clubes esportivos, abrir sua própria clínica ou atuar na área de pesquisa.

Quem escolhe o curso de Fisioterapia EAD consegue estudar e trabalhar ao mesmo tempo. Nas próximas linhas, você fica por dentro de como é a profissão e descobre o que fazer para construir uma carreira bem-sucedida. Boa leitura!

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis

Fisioterapia EAD é semipresencial

O ensino a distância, é uma modalidade de ensino que muitas pessoas têm escolhido para conseguirem o diploma do ensino superior com qualidade, sem abrir mão da própria rotina.

Com o avanço da tecnologia e fácil acesso a internet, o ensino a distância ganhou mais espaço entre os estudantes. Segundo o Censo da Educação Superior de 2018, o estudo em EAD cresceu 51% em relação a 2017.

Embora seja considerado uma faculdade a distância, o curso de Fisioterapia EAD é oferecido no formato semipresencial. A faculdade semipresencial foi criada como mais uma alternativa acessível ao aluno em contrapartida às faculdades tradicionais presenciais.

Essa modalidade foi autorizada pelo Ministério da Educação (MEC) no ano de 2004 e, desde então, está sendo muito bem aceita entre os estudantes.

Ao contrário do que muitos pensam, a faculdade semipresencial não significa que você terá 50% de aulas presenciais e 50% a distância mas sim, aprenderá a teoria nas aulas a distância e colocará em prática nas aulas presenciais.

Não tem como aprender tudo online, é aí que entra as aulas presenciais. Por exemplo, no curso de fisioterapia EAD, o aluno nas aulas presenciais vai aprender sobre anatomia humana, como aplicar os tratamentos na prática, fazer massagens, etc. As aulas práticas vão servir para você desenvolver habilidades e sentir como será o dia a dia da profissão através de atividades práticas e estágios.

Já na parte teórica do curso, você estudará em casa pelo ambiente virtual da instituição. As disciplinas são ministradas pelos professores através de videoaulas, divididas em módulos ou termos e ficam disponíveis 7 dias por semana, 24 horas por dia. Assim podem ser assistidas mais de uma vez e nos dias e horários que você preferir.

As aulas presenciais do curso de fisioterapia EAD podem ocorrer uma vez por semana das 8hs às 18hs ou duas vezes por semana com 4hs de aulas. Isso depende de cada faculdade. De toda forma, sua presença é obrigatória nas aulas presenciais, assim como provas e trabalhos.  

Além das videoaulas, você terá, na plataforma de aprendizagem, diversas atividades, como resolução de exercícios, materiais para leitura e vídeos diversos. Também precisará fazer trabalhos e entregá-los, de maneira online.

Resumindo: você estuda em casa toda a parte teórica do curso que servirá de base para as aulas presenciais na instituição.

O interessante dessa modalidade é que os encontros presenciais garantem que você tenha uma experiência universitária completa, frequentando o campus, fazendo novas amizades, conhecendo professores e usufruindo de toda a estrutura física e acadêmica.

Entender como funciona faculdade semipresencial de fisioterapia é fundamental para a escolha do curso e de uma boa faculdade. É importante que você visite o polo da faculdade e conheça os laboratórios em que serão realizadas essas aulas práticas.

O que se aprende durante o curso

O curso de fisioterapia EAD é bacharelado e tem duração média de 4 a 5 anos. Por pertencer à área da saúde, a formação do curso é generalista, mas com foco nas áreas em que o profissional fisioterapeuta pode trabalhar como: atendimento clínico, ortopedia, fisioterapia desportiva, saúde coletiva etc.

Além das disciplinas específicas, o aluno aprenderá também sobre as diferentes áreas de atuação de um fisioterapeuta, como: cardiologia, neurologia, ortopedia, pneumologia, traumatologia, entre outras.

Para oferecer o curso de fisioterapia EAD, é preciso que a Instituição de Ensino Superior cumpra com algumas diretrizes estabelecidas pelo MEC. Essas diretrizes dizem respeito a grade curricular das matérias que devem ser abordadas durante os anos de estudo.

Para que seja válido, e seu diploma reconhecido, a faculdade deve ministrar disciplinas específicas sobre a profissão, como:

  • Conhecimentos Biotecnológicos: a biotecnologia é definida como uso das tecnologias na area da saude. Na fisioterapia, as matérias estudam os avanços tecnológicos na fisioterapia colocados em prática clínica.
  • Conhecimentos fisioterapêuticos: aqui você estuda os movimentos humanos, tipos de intervenção, como realizar um diagnóstico, técnicas terapêuticas, etc
  • Ciências biológicas e da saúde: estuda a estrutura e funcionamento dos órgãos e aparelhos humanos.
  • Ciências sociais e humanas: onde estuda o homem e suas relações sociais, processo de saúde-doença, políticas públicas de saúde, etc.

Vale lembrar que durante o curso de fisioterapia EAD, todo o material de estudo fica disponível no portal do aluno e pode ser acessado de qualquer computador a qualquer horário.

Para conseguir o tão sonhado diploma da faculdade de fisioterapia, o aluno precisa, ainda, realizar o estágio supervisionado e entregar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). O estágio é obrigatório para a conclusão do curso e deve ocupar pelo menos 20% da carga horária total do curso.

estudante ead 2

Reconhecimento da faculdade de fisioterapia a distância

O MEC utiliza os mesmos critérios rigorosos para avaliar as instituições e os cursos de nível superior a distância como os presenciais. Os três critérios de avaliação para o reconhecimento de curso são:

Enade - Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes: essa é uma prova é realizado pelos estudantes do primeiro e do último ano do curso. Objetivo do exame é avaliar o rendimento em relação às habilidades e competências que o estudante deve desenvolver. O Enade é aplicado em ciclos, a cada ano é avaliado um conjunto de cursos e áreas do conhecimento.

CPC - Conceito Preliminar do Curso: aqui é avaliado o quadro de professores, e os recursos didático-pedagógicos do curso. Os resultados do Enade, ou seja, o desempenho dos estudantes também são considerados no CPC. As notas variam de 1 a 5, onde nota 3 é considerada positiva e as notas 1 e 2 são insatisfatórias.

CC - Conceito do Curso: é uma avaliação presencial, feita por uma equipe especializada do MEC e que avalia quatro dimensões de um curso: pedagógica, docente, infraestrutura e atendimento aos requisitos legais e normativos. Cursos com CPC acima de três podem optar por não receber a visita dos avaliadores.

Assim, antes de se matricular, verifique se a faculdade tem autorização do MEC para oferecer o curso de Fisioterapia EAD. Dê preferência para as faculdades bem avaliada pelo Ministério da Educação, isso ajuda a dar um diferencial no seu diploma e abre mais oportunidades no mercado de trabalho.

Outro ponto importante sobre reconhecimento de faculdades a distância é que, segundo a lei brasileira, o diploma do curso superior a distância em uma instituição reconhecida ou autorizada pelo MEC tem a mesma validade de um diploma obtido no curso presencial.

Não há diferença entre os diplomas emitidos pelos cursos presenciais ou a distância. Ambos têm a mesma validade para comprovação de título em todo o território nacional.

Assim, com o diploma do curso de Fisioterapia EAD, você poderá prestar concursos público que exija o ensino superior, ingressar em cargos públicos, contratações trabalhistas, participação em concorrências, licitações, e continuar os seus estudos por meio de uma pós-graduação.

Mercado de trabalho em fisioterapia

Como em qualquer profissão da área da saúde, a procura por bons profissionais é constante em todas as regiões do país. O fisioterapeuta bem formado e que constantemente se atualiza pode construir uma carreira sólida de sucesso seja onde for, interior ou capital.

Os maiores empregadores dos fisioterapeutas são os hospitais, clínicas de fisioterapia, escolas, academias e até mesmo universidades, se você optar por seguir a carreira de pesquisa acadêmica.

O profissional que tiver o espírito empreendedor, pode escolher trabalhar por conta própria montando seu consultório, clínica ou até mesmo uma academia. Para atuar como fisioterapeuta, o profissional precisa se registrar no Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional.

Veja mais algumas das áreas específicas de atuação com os melhores salários.

  • Acupuntura: a técnica age sobre neurotransmissores estimulando regiões específicas do corpo, isso ajuda a deixar funções de órgãos e sistemas do corpo funcionando normalmente. A acupuntura pode prevenir e controlar dores no corpo por meio de agulhas, raio laser e/ou microcorrentes elétricas.
  • Cardiologia e pneumologia: o fisioterapeuta que optar por essa área pode atender pacientes antes e depois de cirurgias cardíacas e pulmonares. Através da massoterapia seu trabalho vai prevenir e tratar doenças nesses órgãos.
  • Dermatofuncional: aqui os pacientes são de pós-operatório de cirurgias plásticas que envolvam a pele, gordura etc. O fisioterapeuta vai atuar na reabilitação de pessoas que sofrem com queimaduras ou com cortes de cirurgias que estão incomodando.
  • Fisioterapia no trabalho: nessa área, o fisioterapeuta pode tratar pacientes com lesões musculares por causa do trabalho. Além de tratar o profissional e orientar os funcionários para evitar qualquer tipo de lesões. O profissional também é responsável por adaptar o ambiente de trabalho para um lugar seguro ou adaptar o ambiente para funcionários com algum tipo de deficiência física.
  • Fisioterapia esportiva: um dos campos de atuação mais conhecidos. O profissional que escolhe essa área, atua no tratamento de lesões e recuperação de atletas profissional ou amadores.
  • Grupos especiais: Aqui o profissional tem que ser bem carinhoso e paciente, pois irá tratar de pessoas que tenham movimentos limitados e precisam de cuidados especiais, como portadores de deficiência física ou cerebral.
  • Gameterapia: esta área está em constante descoberta, crescimento e desenvolvimento ainda pelos profissionais. Consiste em utilizar jogos eletrônicos como forma de exercitar e estimular as funções cerebrais. Esta técnica é aplicada, em pacientes que estão em tratamento de doenças e problemas neurológicos.
  • Neurologia pediátrica: o fisioterapeuta irá tratar pacientes, ainda crianças, que tiveram os seus movimentos prejudicados por alguma doença ou distúrbio neurológico, traumatismo craniano ou derrame cerebral.
  • Neurologia adulta: é muito parecida com a neurologia pediátrica, a diferença aqui está nos pacientes são adultos ou idosos que podem ter doenças típicas de cada fase da vida.
  • Ortopedia e traumatologia: esta é a área pela qual a profissão de fisioterapeuta é mais popularmente conhecida. Aqui, o fisioterapeuta vai tratar tanto pacientes com fraturas, traumas e luxações, ajudando na recuperação dos os movimentos e diminuição das dores.
  • Osteopatia: Ramo da fisioterapia que busca restabelecer funções perdidas do corpo, para isso, usa intervenções manuais que impactam em músculos, articulações, vísceras, ligamentos, etc.
  • Terapia intensiva: O fisioterapeuta vai tratar de pacientes que estejam internados em UTI’s (Unidades de Tratamento Intensivo), o reabilitando conforme a necessidade do paciente.
  • Urogineco: o fisioterapeuta ajuda os paciente que sofre com problemas urogenitais como incontinência urinária. É uma área bem renomadas da Fisioterapia.

>>> Conheça as profissões em alta no pós-pandemia

Qual o salário de um fisioterapeuta?

O salario de um fisioterapeta varia de acordo com a sua especialização, e como lemos acima o leque é bem grande. Para o início da carreira, o salário médio para a profissão de fisioterapeuta é em média, R$ 1.500 por mês, variando de acordo com a região que irá trabalhar e pode chegar a R$ 8.000.

Quanto custa fazer fisioterapia ead

Escolher a graduação em fisioterapia EAD proporciona uma série de benefícios entre eles estão: a flexibilidade de horários e a economia de dinheiro.

Em média, a economia nas mensalidades chegam até 50% mais baratas comparado a presencial. No curso de fisioterapia mensalidade varia entre R$ 500 a R$ 700 reais por mês.

Mas você deve estar se perguntando por que o curso a distância é mais barato e nós vamos te explicar.

As universidades que disponibilizam o curso de fisioterapia EAD não precisam de uma infraestrutura gigantescas para oferecer o curso nessa modalidade. O que elas precisam é credenciar polos de apoio onde serão realizadas as aulas presencial.

Assim, ao escolher a universidade é indispensável visitar o polo onde serão realizadas as aulas presenciais. Conheça os laboratórios em que serão realizadas essas aulas práticas. Verifique e conheça os equipamentos dos laboratórios, veja se são novos ou se estão com a manutenção em dia.

Gostou de conhecer mais sobre o curso de fisioterapia EAD? O dia a dia de um fisioterapeuta é muito dinâmico, todo dia tem novidade e você precisa se atualizar sempre. Se você ama cuidar de pessoas e gosta de estudar o corpo humano o curso de fisioterapia é o certo pra você.

Você se identifica com esse perfil? Entre no site da FAESA, e comece a estudar ainda esse ano.

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.