Enem

Como escrever bem? Passo a passo para você conseguir

Por Redação   | 

 Tag: Enem

Você já parou para pensar em como a escrita é importante para as nossas vidas? Seja durante o processo de aprendizado na época da escola, seja para ingressar no ensino superior, seja para participar de um processo seletivo no mercado de trabalho, saber se expressar por meio das palavras é um recurso fundamental para ir além. Mas afinal, como escrever bem e tornar isso um hábito no dia a dia?

Essa é uma dúvida que surge muitas vezes por quem sonha em entrar na faculdade ou mesmo para quem está em busca de uma segunda graduação, afinal a redação tem um peso bastante considerável na maioria dos métodos de entrada disponíveis nas instituições de ensino.

Há diversas dicas e macetes que você pode implementar no dia a dia para criar o hábito de escrever bem e desenvolver sua capacidade de interpretação. Manter a leitura em dia, estudar a língua portuguesa e suas variantes, estar sempre por dentro do noticiário nacional e internacional e até mesmo assistir filmes e séries podem contribuir para o enriquecimento da língua.

E não pense que saber como escrever bem é um privilégio para poucas pessoas: mesmo quem não possui o costume de escrever diariamente pode adquirir o hábito e melhorar suas técnicas de escrita. Confira o nosso passo a passo a seguir com algumas dicas simples para você aprimorar suas habilidades e estruturar um bom texto e aprender como escrever bem.

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

Leia mais e de tudo

Como muitos hábitos que adquirimos em nossas vidas, o de escrever bem também passa por outras áreas que precisam ser aprimoradas. E nesse caso, nada melhor para melhorar a sua escrita do que fomentar a leitura! E não estou falando apenas de ler livros. Se você não tem o costume de ler uma obra por mês, fique tranquilo.

Você pode começar com um tema que seja do seu interesse: checar uma coluna de curiosidades científicas, ler sobre os últimos lançamentos do cinema ou mesmo se atualizar das notícias diárias.

Com a internet, fica mais fácil se atualizar sobre diversos temas, mesmo aqueles que nem somos acostumados. E com isso, você pode aproveitar o momento de leitura para observar a estrutura das reportagens, dos textos de entretenimento, de um relato pessoal. Cada texto tem sua própria característica, mas é possível ficar atento que a maioria deles segue uma mesma padronização, com começo, meio e fim.

Quando estamos na graduação é mais comum se deparar com textos científicos, e eles são fundamentais para orientar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), as regras da ABNT que precisamos seguir e mesmo um discurso ou apresentação em sala de aula. Portanto, se você está pensando em entrar no ensino superior ou mesmo tem o interesse de cursar uma segunda graduação, invista no hábito da leitura.

Outra dica valiosa é se aproveitar da internet para enriquecer sua biblioteca! Existem diversos sites com obras gratuitas para você baixar e ler quando e de onde quiser, contribuindo ainda mais para o desenvolvimento da sua escrita. Lembre-se dessa regrinha: quanto mais leitura, mais confiança para escrever bem.

>>> Interpretação de texto: o que é, para que serve e como desenvolver essa habilidade

Estude a língua portuguesa

Quando falamos de uma boa redação, é imprescindível que ela siga algumas normas de estrutura, mas principalmente às regras de português. Nossa língua adora pregar “truques” e confundir com seus adjetivos, substantivos e tempos verbais. Por isso, estar em dia com as principais regras ortográficas é fundamental para escrever bem.

Os apaixonados pela língua geralmente escolhem uma graduação que tenha a ver com a área, como é o caso do curso de Letras, que forma profissionais prontos para lecionar no âmbito da educação ou também trabalhar com produção e revisão de materiais.

Mas não pense que a língua portuguesa é útil apenas para quem trabalha na área. É fundamental dominar a língua para trabalhar mesmo em profissões ligadas ao campo das ciências ou exatas.

Saber diferenciar “mas” de “mais”, quando utilizar a crase e entender a regra dos porquês são alguns macetes importantes para quem quer aprimorar a escrita. Há diversas cartilhas disponibilizadas online para quem deseja tirar dúvidas e revisar seus materiais.

Outra dica bacana é saber utilizar sinônimos para enriquecer ainda mais o seu texto, dessa forma as palavras não se repetem frequentemente e você deixa o conteúdo mais interessante de ler.

Peça para alguém corrigir seus textos

Uma etapa fundamental da escrita é revisar o conteúdo constantemente. Reler as frases para encontrar sentenças repetidas, analisar os erros de digitação e de pontuação, tudo isso contribui para deixar o texto mais agradável ao final da produção.

Mas de vez em quando é normal deixarmos passar alguns errinhos na hora de escrever, afinal nos acostumamos com o hábito e nossa vista fica um pouco “viciada” ao longo do tempo. Por isso, contar com a ajuda de um colega ou profissional da área para revisar seu conteúdo é uma etapa importante no processo de escrita.

Uma coisa é fato: nem sempre temos alguém disponível no momento para ajudar a revisar textos, não é mesmo? Uma das vantagens ao utilizar plataformas digitais para redigir é contar com algumas ferramentas disponíveis para ajudar no processo de revisão.

Quem opta por escrever no Microsoft Word, por exemplo, pode utilizar diversas funcionalidades para deixar o texto mais bem diagramado. Essas funções também estão disponíveis no Docs do Google.

De qualquer forma, é importante que você utilize um olhar “de fora” na hora que finalizar o texto. Pode ser de um amigo próximo, da mãe, da tia, do professor... Como será a primeira vez que eles se deparam com o texto, provavelmente vão encontrar alguns errinhos que você tenha deixado passar por conta do olhar viciado que comentamos anteriormente.

Um profissional da área também ajuda a direcionar melhor sua escrita para otimizar ainda mais suas próximas produções

estudante em casa 4 

Alimente sua criatividade com conhecimento

Quais são os seus hobbies preferidos? Que tipo de música mais gosta de ouvir? E na hora de assistir filmes, qual o seu gênero preferido? Seus gostos pessoais podem ajudar na hora de escrever bem, e vamos explicar o porquê.

Quando ainda não temos o costume de sentar para escrever ao menos um pouco todos os dias, precisamos buscar motivações em atividades que já sejam prazerosas no dia a dia, e alinhar temas do seu interesse com o aprendizado são uma excelente pedida para escrever.

Que tal começar um diário para falar sobre como foi o seu dia? Ou então escrever uma carta para um amigo? Isso pode influenciar o desejo pela escrita e ainda conectar você a algo que tanto gosta.

Livros, música, podcasts, filmes, notícias, tudo isso contribui para expandir nossos conhecimentos acerca de diferentes temas. Quanto mais curiosidades fizerem parte do seu dia, mais conteúdo você terá para escrever sobre determinados assuntos.

Por isso, não deixe de utilizar o tempo livre para aprender alguma coisa nova. Conhecimento nunca é demais, e serve como uma verdadeira mão na obra para quem quer escrever melhor dia após dia.

Liste suas ideias para o texto

Sobre o que você gostaria de escrever? Criar um cronograma antes mesmo de começar o texto é uma etapa fundamental para quem precisa redigir uma redação ou mesmo escrever sobre algo específico. Comece fazendo uma lista de ideias que surjam na cabeça, curiosidades sobre o assunto, sua experiência com o tema, enfim, um direcionamento que você poderia seguir.

Ao colocar no papel tudo que vem à sua mente, fica mais fácil organizar as ideias de acordo com a prioridade e o peso que você dará a cada uma delas. Busque fontes em livros e na internet para servir de dados concretos para o texto, como pesquisas, entrevistas, dados e opiniões diversas de especialistas. Tudo isso contribui para o argumento do seu texto.

Estabeleça uma estrutura para seu texto

Depois de listar algumas ideias, o próximo passo para escrever bem é estruturar o seu texto. E isso também vem na etapa pré-produção. Entender como funcionam as estruturas da escrita ajudam a tornar esse momento mais fácil e prazeroso. Portanto, antes mesmo de começar a escrever, tenha em mente como ele será transcorrido. Comece pelo básico: introdução, desenvolvimento e conclusão.

  • Introdução: considerada por muitos a parte mais importante do texto, afinal é aqui que você prenderá a atenção do leitor. Ninguém merece começar um texto desinteressante, não é mesmo? Dessa forma, é importante ser direto sobre qual tema será abordado e dar uma “prévia” do conteúdo ao leitor, para cativar sua atenção até o fim;
  • Desenvolvimento: exposto o tema do texto, é hora de dissecá-lo por completo. Aqui entram os argumentos para defender o seu ponto de vista, com dados, pesquisas, informações e todas os outros recursos que você julgar importantes para a argumentação;
  • Conclusão: chegando ao ponto final da redação, é interessante fazer um resumo de tudo que foi abordado e fechar o assunto da maneira que achar melhor. Uma dica valiosa para essa etapa é deixar uma pergunta reflexiva ao leitor, o convidando para tirar suas próprias conclusões sobre o tema. 

Essas dicas servem tanto para um texto mais pessoal como como para uma redação dissertativa, por exemplo, o modelo mais tradicional a cair no vestibular. Ao seguir essas regras básicas, você terá sucesso em diversas áreas da sua vida.

Prefira a simplicidade

É claro que um bom vocabulário e o domínio das regras da língua portuguesa são essenciais para escrever bem, mas é preciso entender também qual a função do seu texto e para qual público ele será direcionado.

Mas aí vai uma dica que vale para quase todos os textos que você fará (exceto dissertações científicas, que de fato exigem um vocabulário mais técnico): linguagem simples e direta é sempre a melhor opção.

Quando queremos expor nossa opinião ou mesmo argumentar sob um ponto de vista, a melhor forma de conversar com o leitor é de maneira prática, por meio de clareza e simplicidade. Não é preciso usar expressões do juridiquês para defender um argumento, e isso também vale na hora de escrever.

Utilize as boas práticas do português e invista em sinônimos conhecidos do dia a dia para deixar seu texto leve, tornando a leitura mais agradável e compreensiva para o leitor. Lembre-se que a fluidez de um texto faz toda a diferença, e quanto mais à vontade você se sentir para escrever, mais natural vai ficar o resultado final.

Leia seu texto em voz alta

Agora que você já está chegando nos finalmentes e já tem uma boa estrutura de texto moldada, é importante fazer aquela revisão geral para conferir se está tudo em ordem. Uma prática muito comum e eficaz para entender o seu texto é lê-lo em voz alta assim que terminar – você também pode ler por blocos ou parágrafos, vai depender da formatação utilizada.

Se a leitura parecer cansativa, pode ser o caso de adicionar mais vírgulas ou encurtar as frases. Esse método funciona, porque ao ler o texto, você consegue enxergar seu ritmo e deixá-lo mais agradável para o leitor.

Pratique, pratique, pratique

E para aplicar todas essas dicas de como escrever bem, a dica é uma só: praticar! Se você não tem o hábito de escrever, tenha em mente que não é no primeiro dia que tudo vai fluir naturalmente. Já dizia o ditado: a prática leva à perfeição!

Por isso, não tenha medo de começar aos poucos, o importante é dar o primeiro passo. Comece com um diário ou blog pessoal, invista em poemas se for do seu gosto pessoal ou até mesmo receitas culinárias.

Você verá que, com o passar do tempo, escrever se tornará uma ação natural e trará confiança ao longo dos textos. Seja para conseguir uma promoção no trabalho, seja para conquistar a tão sonhada entrada na faculdade, escrever bem abre muitas portas para o mercado. Não importa quanto tempo você tenha por dia, é possível reservar um momento para colocar essas dicas em prática e criar conteúdos incríveis.

Que tal começar a escrever esse novo capítulo para a sua vida? Tire um tempo para escrever como foi o seu dia hoje, ou sobre quais objetivos você quer para os próximos anos. A busca por escrever bem é uma jornada que começa de forma simples e traz mais e mais aprendizados a cada dia.

Agora que você já sabe que a leitura é fundamental para aprender a escrever bem, quer melhorar o seu hábito e enriquecer ainda mais o seu vocabulário para a escrita? Confira o texto a seguir: 5 sites legais para baixar livros grátis.