Mercado de Trabalho

Por que você deveria apostar na escuta ativa na sua carreira

Por Redação   | 

 Tag: Mercado de Trabalho

Ter escuta ativa significa que você ouve o que a outra pessoa está dizendo de maneira atenta e empática, não mais passiva e distraída. 

Essa é uma técnica muito utilizada em vendas e na comunicação, mas que pode ajudar você a navegar bem dentro do mundo corporativo e construir uma carreira de sucesso. 

Neste artigo, nós vamos falar sobre o que é a escuta ativa, quais são os benefícios dessa técnica para o seu dia a dia no trabalho e como você pode se tornar um bom ouvinte.

Você vai conferir: 

O que significa ser um bom ouvinte?
O que é escuta ativa?
Quais são os 7 benefícios da escuta ativa para sua carreira?
Os 3 níveis de escuta ativa
Como colocar a escuta ativa em prática com 12 técnicas
Conclusão

Comece sua pós-graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que significa ser um bom ouvinte? 

Por diversos motivos, seja excesso de informação, estresse ou ansiedade de falar, as pessoas têm dificuldade em escutar com atenção. 

Mas apesar disso, a maioria de nós se julga um ótimo ouvinte. Dar espaço para o outro falar, entretanto, não nos torna, automaticamente, bons ouvintes.

Estes têm 3 características marcantes, que são as seguintes: 

  • entender o contexto de quem está falando; 
  • transmitir empatia quando for sua vez de falar;
  • oferecer soluções adequadas ao problema que a pessoa está descrevendo. 

Dessa maneira, o bom ouvinte não é aquela pessoa que deixa o outro falar e concorda com tudo porque não escutou direito. 

Mas é aquela pessoa que entende o que a outra está dizendo e transmite empatia durante a conversa, ou seja, deixa o outro seguro de que está sendo entendido. 

Por fim, o bom ouvinte oferece soluções adequadas, dentro do seu conhecimento, justamente porque tem empatia e entende o contexto. 

O que é escuta ativa? 

A escuta ativa é uma técnica que tira o ouvinte da posição passiva e o coloca em uma posição de atenção e empatia. 

O ato de “ouvir” é mecânico, nós fazemos isso normalmente enquanto seres humanos.

Porém, o ato de “escutar” é algo mais seletivo. 

Escutar envolve ter plena atenção em quem está falando, participação ativa no diálogo e interpretação do que está sendo dito. 

A escuta ativa, então, envolve aprender a ter foco total durante uma conversa, não exprimir julgamentos e ter capacidade de entender diferentes pontos de vista.

escuta ativa - pessoas conversando no trabalho

Como surgiu o termo? 

A escuta ativa é um conceito que vem sendo trabalhado na psicologia desde os anos 1950, mas que apenas apareceu na literatura técnica como um termo nos anos 1970. 

Pode-se dizer que o conceito da escuta ativa começou a surgir com os estudos do psicólogo Carl Ransom Rogers, que falava sobre o “poder da escuta”.

Esses estudos resultaram no conceito da “escuta reflexiva”. 

Já o termo “escuta ativa” em si foi usado pela primeira vez em 1970 no trabalho do psicólogo clínico Thomas Gordon. 

Reconhecido como pioneiro no ensino de técnicas de comunicação e métodos de resolução de conflitos entre pais e filhos, ele apresentou a escuta ativa no artigo intitulado: Parent Effectiveness Training (P.E.T.), publicado na American Psychological Associativo. 

Quais são os princípios da escuta ativa? 

Enquanto técnica, a escuta ativa tem alguns princípios fundamentais. Eles são os seguintes: 

  • Ter foco total no que está sendo dito, sem distrações e interrupções; 
  • Observar atentamente ao que influencia o significado da mensagem, como tom de voz, expressão facial e linguagem corporal; 
  • Participar ativamente com perguntas coerentes que confirmem o que está sendo dito; 
  • Dar feedback durante a escuta, o que mostra interesse e compreensão; 
  • Concluir a conversa com os devidos encaminhamentos. 

Escuta ativa X Escuta reflexiva 

Falamos acima sobre os estudos de escuta reflexiva e escuta ativa terem a mesma origem e, apesar disso, as duas técnicas são bastante diferentes. 

A escuta ativa, como vimos, preza pela participação de ambas as pessoas no diálogo.

A intenção é ouvir com atenção e devolver esse foco em forma de feedbacks, o que ajuda a criar uma conexão verdadeira e profunda entre as duas pessoas. 

Já a escuta reflexiva tem um objetivo um pouco diferente, já que é anterior.

Sua intenção é de garantir que o outro será ouvido sem julgamentos e sem interrupções. Porém, não exige que o ouvinte participe ativamente, apenas que escute. 

Elas não são técnicas excludentes, pelo contrário, a escuta reflexiva está dentro da escuta ativa.

Porém, hoje, a primeira é considerada muito mecânica para ser utilizada sozinha. 

Quais são os 7 benefícios da escuta ativa para sua carreira? 

Quando pensamos nos benefícios da escuta ativa, normalmente pensamos no que ela pode trazer para o nosso dia a dia e nossa relação com quem nos cerca. 

Porém, essa também é uma prática importante de se manter no ambiente de trabalho. 

Isso porque entre as vantagens estão uma melhor comunicação entre o time, menos falhas de comunicação entre colegas, clareza quanto aos objetivos e metas e aumento de segurança para atuação profissional. 

A escuta ativa não traz só benefícios para o time e o ambiente de trabalho, mas para a performance de um profissional nesse ambiente.

Por isso, ela é importante para a construção de carreira.

escuta ativa - conheça 7 benefícios de aplicar

Veja abaixo os 7 principais benefícios da escuta ativa para a sua carreira e sua equipe: 

  1. Promoção de relações interpessoais: escutando ativamente, você cria conexões mais profundas e significativas com as pessoas ao seu redor.
  2. Desenvolvimento de empatia: parte integrante da escuta ativa é ter empatia, então esse é um benefício que se retroalimenta. 
  3. Geração de confiança: se comunicar melhor com as pessoas ao seu redor traz mais confiança na hora de agir. Você sabe como as pessoas se sentem genuinamente e como suas ações impactam, logo pode confiar em si próprio antes de tomar uma decisão. 
  4. Estímulo do trabalho em equipe: esse é um benefício trazido pela melhora na relação entre as pessoas. O trabalho em equipe depende de uma boa comunicação e de confiança entre os pares. 
  5. Diminuição dos conflitos: escutar ativamente ajuda a entender os motivos de uma situação, evitando conflitos desnecessários causados por falta, ou falha, de comunicação. 
  6. Proporciona ter informações relevantes: grande parte do sucesso de uma equipe está em todos estarem na mesma página e com as mesmas informações, algo que a escuta ativa pode trazer. 
  7. Aumento da segurança no trabalho: em posse de informações relevantes e tendo confiança em suas ações, se torna mais seguro tomar decisões e atitudes no dia a dia. 

Os 3 níveis de escuta ativa 

Para começar a exercitar a escuta ativa, primeiro você precisa entender que ela funciona em níveis.

É importante aprender a identificar esses níveis, que são: 

  • Nível 1 – Escuta interna: neste nível, a atenção ainda está voltada para quem está ouvindo. Seus pensamentos, ambiente, atividades, etc. Nesse nível, a pessoa pode estar falando, mas o ouvinte está pensando em outras coisas, sem prestar realmente atenção. 
  • Nível 2 – Escuta focada: no segundo nível, o ouvinte está motivado e prestando atenção ativamente ao diálogo. O foco está no que o outro está dizendo, então fica mais fácil assimilar e entender o que está sendo dito. É a escuta reflexiva.
  • Nível 3 – Escuta global: neste nível, o ouvinte não só está prestando atenção, como também está pronto para interagir e fazer inserções. É o nível mais profundo, que não engloba só o que é dito, mas a linguagem corporal, expressões faciais e tom de voz. É a escuta ativa.

Antes de colocar em prática as técnicas que vamos apresentar no tópico seguinte, tente entender em qual destes níveis você está na maior parte do tempo. 

Especialmente no ambiente de trabalho, você escuta com atenção e de maneira global, ou apenas está ouvindo? 

Como colocar a escuta ativa em prática com 12 técnicas 

Agora que você já entendeu o que é a escuta ativa, quais são seus benefícios e quais são os níveis de escuta que você pode ter, vamos falar sobre algumas técnicas. 

Essas são práticas que você pode utilizar no seu dia a dia para ser um ouvinte melhor e realmente engajar em diálogos.

escuta ativa - 12 técnicas para desenvolver a prática

Confira abaixo as 15 práticas para ativar a escuta ativa: 

  1. Evite as distrações quando estiver dialogando com alguém. Não olhe o seu celular e tente não prestar atenção ao que está acontecendo ao redor. Foque no que está sendo dito. 
  2. Não seja seletivo ao ouvir. Isso significa não prestar atenção apenas no que convém, mas em tudo o que é dito. 
  3. Não apresse a pessoa, deixa que ela diga o que precisa no tempo que necessita. Acelerar um discurso pode trazer falha na comunicação. 
  4. Evite escutar o que é dito sob as suas perspectivas. Seja empático e tente entender de onde vem a fala da pessoa e por que ela vem dessa maneira. 
  5. Observe com atenção os movimentos e expressões faciais. Eles podem estar passando a mensagem que a pessoa deseja com muito mais clareza. 
  6. Deixe quem está falando com você à vontade. Tente não fechar a sua expressão facial e nem a sua linguagem corporal, isso facilita a comunicação sem falhas. 
  7. Faça perguntas para garantir que você entendeu o que a pessoa falou, mas também para que ela se sinta encorajada a continuar falando. 
  8. Saiba como utilizar sua linguagem corporal para deixar a pessoa à vontade e para estimular o diálogo aberto. 
  9. Se coloque no lugar do outro sempre que possível. Nenhuma pessoa no mundo tem a mesma experiência de vida, então pode ser que você não entenda imediatamente o que a pessoa quer dizer. 
  10. Não esqueça de dar feedbacks, de interagir com o diálogo. Não se limite a apenas concordar, mas a fazer apontamento, a indicar caminhos durante a conversa e a perguntar. 
  11. Se você tem outros compromissos, deixe a conversa para outra hora e explique esse fator para a pessoa. É melhor manter o diálogo quando você não tem que pensar em outra coisa. 
  12. Não tente concluir o pensamento do outro antes que ele o faça, mesmo que você saiba o que ele vai dizer. Isso interrompe o pensamento e pode causar falhas de comunicação. 

Conclusão 

Chegando ao final deste artigo, esperamos que você tenha conseguido entender como ativar a escuta ativa e melhorar a sua jornada de carreira. 

Além disso, queríamos aproveitar esse momento para convidar você a conhecer a Pós +Carreira EAD FAESA. Essa é uma oportunidade de despertar sua escuta ativa e acelerar a sua carreira. 

A Pós +Carreira EAD FAESA proporciona para você um caminho de aprendizado em eixos, onde você recebe um certificado a cada 3 meses de curso. 

Ou seja, já nos primeiros 3 meses, você consegue atualizar seu currículo. 

E além disso, na Pós +Carreira EAD FAESA, você conta com o aconselhamento de um especialista em carreira, que vai ajudar você a criar o melhor CV e encontrar as melhores oportunidades. 

Conheça os cursos disponíveis e maiores detalhes clicando neste link. 

Leia também: