Mercado de Trabalho

O que falar em uma entrevista de emprego (e o que não falar) [GUIA COMPLETO]

Por Redação   | 

 Tag: Mercado de Trabalho

Seja um recém-formado ou um profissional mais experiente, a hora da entrevista de emprego deixa qualquer pessoa nervosa. Afinal, ela é um momento chave do processo de recrutamento e ninguém quer perder a vaga por falar alguma besteira.

Afinal, já é difícil passar da fase de análise de currículo para a entrevista. Uma pesquisa de 2019 da empresa de recrutamento online Catho mostrou que uma empresa recebe, em média, de 30 a 50 currículos por vaga. Destes, apenas 5 são selecionados para uma conversa com o recrutador.

Aqui no Blog do EAD FAESA já trouxemos algumas orientações de como montar um currículo perfeito. Agora vamos falar sobre a próxima etapa: a entrevista de emprego.

Como se preparar? Quais perguntas serão feitas? E, principalmente, o que falar em uma entrevista de emprego? É o que você verá aqui. 

 Neste artigo, você vai encontrar:

  1. O que fazer antes da entrevista de emprego
    1.1 Adapte seu currículo de acordo com a vaga
    1.2 Pesquise sobre a empresa e os recrutadores
    1.3 Pratique suas respostas
    1.4 Escolha bem a roupa que irá vestir para a entrevista
  2. O que falar em uma entrevista de emprego sobre mim?
  3. 10 perguntas mais comuns em uma entrevista de emprego
    3.1 5 características de uma boa resposta
    3.2 Evite dar estas respostas na sua entrevista de emprego
  4. 5 perguntas para você fazer durante a entrevista de emprego
  5. [BÔNUS] Como se comportar em uma entrevista de emprego por videochamada
  6. Como saber se você foi bem na entrevista
  7. Resumão para levar para sua vida profissional

Comece sua pós-graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que fazer antes da entrevista de emprego

Não basta apenas aparecer na empresa ou ligar a câmera para uma videochamada com o RH. É preciso se preparar (e bem) para uma entrevista de emprego. Confira 4 pontos essenciais que você deve prestar atenção: 

1. Adapte seu currículo de acordo com a vaga

Lembra da pesquisa da Catho que falamos antes? É importante adaptar o seu currículo para que ele passe pela peneira dos recrutadores e você consiga passar para a etapa da entrevista de emprego. 

A pesquisa também traz os erros mais comuns cometidos por candidatos na entrega do currículo. Veja abaixo os motivos que levam recrutadores a descartarem os currículos:   

  • 34% por erros de português 
  • 25% por falta de experiência 
  • 10% por ausência de objetivos profissionais 
  • 9% porque os candidatos moram longe da empresa 
  • 9% por falta de apresentação visual 
  • 9% por outros motivos 
  • 3% por não ter formação superior ou cursos complementares 
  • 1% pelo currículo ter mais de uma página 

As porcentagens já dão um norte de como montar o seu currículo para o tão sonhado emprego. Mas é importante que você não use um documento padrão para todas as vagas. O ideal é fazer um currículo para cada posto a que vai se candidatar. 

2. Pesquise sobre a empresa e os recrutadores

Antes da entrevista de emprego, descubra quem são os recrutadores e o histórico da empresa. Mas onde encontrar estas informações? As principais plataformas corporativas são a resposta: 

  • LinkedIn: visite a página de negócios e os perfis do gerente de RH e integrantes do time de pessoas. Assim você encontrará pontos em comum com quem irá entrevistá-lo. 
  • Glassdoor: o site de avaliação ajudará você a entender o nível de satisfação dos colaboradores da empresa. 
  • Kununu: tem a mesma função do Glassdoor. Os dois sites são importantes para descobrir o clima organizacional. 
  • Site institucional: é nele que você encontrará os valores, a missão e a visão da empresa. Veja se eles estão alinhados com o que você procura. 
  • Facebook, Instagram e demais redes sociais: além de conhecer mais sobre produtos e serviços da empresa, você consegue avaliar como eles interagem com as pessoas e lidam com comentários negativos. 

Sites de notícias são uma boa fonte também, para saber como está a situação financeira atual da empresa e se ela tem algum case de sucesso.

Ter todas estas informações farão com que você se sinta mais confiante na hora da entrevista de emprego.

3. Pratique suas respostas

Em uma entrevista de emprego, você é a grande estrela. Afinal, uma das frases mais ditas pelos recrutadores é: "me fale sobre você".

Esta é a principal resposta que deve ser praticada. Resumir sua trajetória profissional pode ser difícil, por isso muitos especialistas em carreira indicam o método STAR para estruturar sua história. 

STAR é um acrônimo para:

  1. Situação
  2. Tarefa
  3. Ações
  4. Resultados 

O método garante que nenhum ponto importante da sua experiência fique de fora.

Ah! E não precisa se concentrar tantos nos detalhes, para a entrevista de emprego não ficar maçante para o recrutador. 

Tente resumir sua história profissional em 5 minutos em casa, antes da entrevista. Você pode até se gravar com o celular e assistir depois. Assim você estará pronto para contar sua trajetória no grande dia. 

4. Escolha bem a roupa que irá vestir para a entrevista 

A primeira impressão é a que fica. Vista-se de acordo com o perfil da empresa para a entrevista de emprego. Suas roupas indicam o grau de importância que você está dando para aquele momento.

Em organizações que têm um dresscode mais rígido, opte pelo clássico: um vestido formal ou terno e gravata.

Para entrevistas de emprego em empresas mais informais, o blazer e a camisa branca são grandes aliados.

Independentemente do dresscode da empresa em que você está tentando entrar, separe a roupa que você planeja usar no dia anterior à entrevista de emprego. Assim você evita sustos de última hora. 

O que falar em uma entrevista de emprego sobre mim?

o-que-falar-em-uma-entrevista-de-emprego-respostas

Como dissemos lá em cima, você terá que falar sobre si mesmo em uma entrevista de emprego. Lembre-se de que o recrutador já sabe muito sobre sua trajetória pelo seu currículo e pelo LinkedIn. Na entrevista, ele vai avaliar sua capacidade de comunicação.

Ao falar sobre si mesmo na entrevista de emprego, você deve abordar 5 pontos:

  1. Experiência
  2. Educação
  3. Habilidades
  4. Objetivos
  5. Como você ajudará a empresa

1. Experiência

O que falar:

  • Experiências profissionais passadas;
  • Conquistas profissionais: mencionar apenas as relevantes para a vaga.

O que NÃO falar:

  • Repetir o que está no currículo;
  • Falar tudo sobre sua vida profissional.

2. Educação

O que falar:

O que NÃO falar:

  • Falar sobre toda a sua formação;
  • Falar do seu TCC;
  • Falar que os professores gostavam de você.

3. Habilidades

O que falar:

  • Listar 3 habilidades relevantes para a vaga;
  • Explicar de forma resumida como você as aprendeu;
  • Dar um exemplo de como usou as habilidades no passado.

O que NÃO falar:

  • Mentir sobre habilidades que você não tem;
  • Listar várias habilidades só para impressionar o recrutador.

4. Objetivos

O que falar:

  • Seus objetivos profissionais;
  • Dizer que a empresa o ajudará a conquistar seus objetivos.

O que NÃO falar:

  • Seus objetivos pessoais;
  • Dizer que não tem objetivos para sua vida profissional.

5. Como ajudar a empresa

O que falar:

  • Dizer que você pode fazer algo que acha que ninguém mais pode;
  • Reconhecer as demandas da empresa;
  • Explicar de forma concreta como você pode ajudar a organização.

O que NÃO falar:

  • Prometer algo que você não conseguirá cumprir;
  • Falar apenas como a vaga irá ajudar você.

10 perguntas mais comuns em uma entrevista de emprego

É impossível prever quais perguntas serão feitas para saber o que falar em uma entrevista de emprego.

Entretanto, muitas se repetem e você pode pensar em respostas para elas. Confira abaixo as perguntas mais comuns feitas pelos recrutadores, segundo a consultoria Michael Page:

  1. Conte um pouco sobre você.
  2. Quais são os seus pontos fortes e fracos?
  3. Qual é a sua maior conquista profissional?
  4. Você trabalha bem em equipe?
  5. Dê um exemplo de onde você foi capaz de usar suas habilidades de liderança.
  6. Onde você se vê em cinco anos?
  7. Por que você quer trabalhar para nós?
  8. Por que devemos contratá-lo?
  9. Quais são as suas expectativas de salário?
  10. Você tem alguma pergunta?

5 características de uma boa resposta

Agora que você já sabe as principais perguntas, é preciso saber como respondê-las.

Para saber o que falar em uma entrevista de emprego, formule respostas que tenham essas 5 características:

  1. Seja conciso e direto: um ou dois minutos respondendo a cada pergunta já está ótimo;
  2. Concentre-se em você: não fale de outros colegas, da sua família nem de amigos da faculdade;
  3. Fale algo relevante para o cargo: saiba reconhecer o que é importante sobre sua experiência profissional que pode ser mencionado na entrevista;
  4. Use palavras-chave: identifique na descrição da vaga quais são as palavras mais usadas. Elas ajudarão a formular as respostas;
  5. Evite o humor: não estamos dizendo para ser antipático nem evitar sorrir, mas, sim, para fugir de piadas que podem ser mal interpretadas.

Evite dar estas respostas na sua entrevista de emprego

Agora que você tem uma ideia de como e o que falar em uma entrevista de emprego, é hora de saber o que NÃO falar.

Confira as respostas que você deve evitar ao conversar com o recrutador:

1. “Sim”... “Não, não...”

Não seja monossilábico durante a entrevista de emprego. Suas respostas devem ser curtas, mas é importante explicar o motivo de você ter respondido que “sim” ou que “não”.

2. “Eu tenho pós-doutorado em Harvard”

NUNCA minta no currículo, muito menos em uma entrevista de emprego. Aqui vale o ditado “mentira tem perna curta” e, convenhamos, hoje com a internet é mais fácil desmascarar alguém.

3. “Meus colegas me excluíam e me boicotavam...”

Evite ao máximo falar mal do emprego anterior ou do atual. Além de ser antiético, você perde um tempo precioso para apresentar suas qualidades e o motivo de ter o fit para a vaga.

4. “Ah, desculpa te interromper, mas quero falar mais uma coisinha...”

Interromper demais o recrutador é um erro comum. Afinal, queremos contar todas nossas experiências para mostrar que somos perfeitos para o cargo.

Aqui vale o bom senso. É um sinal de quem a pessoa está sendo interrompida demais quando ela não consegue terminar a pergunta nem a linha de raciocínio.

5. “Como funcionam os benefícios? Tenho banco de horas?”

Só faça perguntas sobre salários, folgas e benefícios se o recrutador tocar no assunto. Ele sabe que estes temas são importantes, pois todo mundo precisa do pagamento para arcar com as contas de casa.

O problema é começar a entrevista de emprego já falando sobre dinheiro, o que causa uma péssima impressão.

6. “Não quero fazer nenhuma pergunta, não”.

Não fazer perguntas ao longo da entrevista de emprego dá a impressão de que você não tem interesse em contribuir para a empresa.

5 perguntas para você fazer durante a entrevista de emprego

o-que-falar-em-uma-entrevista-de-emprego-online

E já que a última dica foi a de fazer perguntas, confira uma lista do que você pode questionar sobre a vaga:

  1. O que aconteceu com a pessoa que estava nessa posição anteriormente? Quanto tempo ela ficou antes de partir? E a pessoa que estava antes dela?
  2. Existe um sistema de feedback na empresa? Como ele funciona?
  3. Como a empresa vai estar daqui a um ano? Quais os planos para produtos, equipes e receita?
  4. Como é a equipe e o líder do time com quem a pessoa que ocupará a vaga irá trabalhar?
  5. Se eu for chamado para o cargo, o que preciso fazer nos primeiros 90 dias para causar algum impacto?

As respostas destas perguntas ajudarão você a sentir como é o clima da organização. Afinal, você está em busca de um novo emprego, mas isso não significa que você tenha que aceitar trabalhar em um lugar tóxico ou que não valoriza os colaboradores.

Conheça as profissões que estão em alta no mercado de trabalho.

[BÔNUS] Como se comportar em uma entrevista de emprego por videochamada

As entrevistas de emprego por videochamada se tornaram bastante comuns com a pandemia de Covid-19. A princípio, elas funcionam como qualquer entrevista presencial, mas é importante tomar alguns cuidados:

1. Verifique sua conexão de internet

Uma boa conexão garante uma conversa sem grandes interrupções e desentendimentos.

Caso o seu sinal de internet não seja bom, você pode pedir para fazer a entrevista de emprego na casa de um amigo ou de um parente.

2. Vista-se para uma entrevista de emprego presencial

Como dissemos, a sua roupa indica a importância que você dá para a vaga.

3. Escolha um lugar silencioso

O ambiente em que você fará a videochamada deve ser silencioso e bem iluminado. Você pode usar o recurso de embaçar o fundo para se sentir mais à vontade na entrevista.

4. Use fone de ouvido

Assim você evita microfonia durante a entrevista de emprego. Lembre-se também de desligar o seu microfone quando o recrutador estiver falando.

Como saber se você foi bem na entrevista

Terminada a entrevista de emprego, já dá para respirar aliviado. Mas... “Será que eu fui bem?”

Esta pergunta provavelmente vai passar pela sua cabeça.

Existem alguns sinais que indicam que sua entrevista de emprego foi um sucesso. A lista a seguir foi preparada pela HAYS, consultoria internacional de recrutamento e seleção.

Os sinais não são uma garantia de que você será chamado para ocupar a vaga, mas, sim, que você causou uma boa impressão e está no caminho certo.

1. A entrevista de emprego durou mais tempo do que o esperado

Se o recrutador decidiu ultrapassar o limite de tempo da entrevista, é um bom sinal. Quer dizer que ele quer saber mais sobre suas competências.

2. A conversa ganhou um tom mais casual

É comum uma entrevista de emprego ser mais séria e parecer uma sessão de "perguntas e respostas". Mas quando ela adquire um tom mais casual, é sinal de que você construiu um bom relacionamento com o recrutador.

3. O recrutador fala o que é esperado de você

Em vez de falar "o candidato que ocupar esta vaga deve fazer...", o recrutador disser "caso você ocupe esta vaga, é esperado que...", é um bom sinal.

Significa que ele já está imaginando como seria o trabalho caso você ocupe a posição.

4. O entrevistador parecia interessado

Aqui é preciso saber identificar a linguagem corporal em uma entrevista de emprego. Quando o recrutador está interessado nas suas respostas, ele se inclina, sorri e concorda com o que você está dizendo. Ele também o encoraja a continuar a falar.

5. Você é apresentado aos potenciais colegas depois da entrevista

É mais um sinal de que o entrevistador está imaginando como seria se você ocupasse a vaga.

6. Você também é apresentado aos decisores

Isso é um sinal de que o entrevistador teve uma ótima impressão sobre você.

Caso você seja apresentado a um diretor ou executivo, quer dizer que estas pessoas precisam validar a contratação do candidato que irá ocupar a vaga. Há grandes chances de o recrutador ter tentado acelerar o processo e aproveitar que você já estava na empresa para a entrevista de emprego.

7. O entrevistador deixa os próximos passos bem claros

Ser informado sobre as próximas etapas do recrutamento é um sinal de que você foi bem na entrevista de emprego e tem grandes chances de ser chamado para os próximos estágios.

Resumão para levar para sua vida profissional

Agora que você já sabe o que falar em uma entrevista de emprego, vamos revisar os pontos mais importantes que vimos até aqui. Para se dar bem em processos seletivos de empresas, você deve prestar atenção nos seguintes pontos:

  • É preciso se preparar antes de toda entrevista de emprego;
  • Você é a estrela da entrevista, por isso deve se concentrar em falar sobre si mesmo, e não sobre outras pessoas;
  • Seja objetivo nas suas respostas e dê apenas informações que sejam relevantes para a vaga;
  • Faça perguntas ao recrutador para mostrar que você está interessado em contribuir com a empresa;
  • Se a entrevista de emprego for online, aja como se fosse presencial.

Esperamos que estas dicas sobre o que falar em uma entrevista de emprego tenham ajudado. Caso esteja em busca de mais informações sobre mercado de trabalho, confira o Blog do EAD FAESA.