Mercado de Trabalho

O que faz um analista dentro das organizações?

Por Redação   | 

 Tag: Mercado de Trabalho

Por acaso, você sabe dizer o que faz um analista dentro de uma empresa e quais são as funções do cargo? Neste artigo, você vai descobrir! 

De maneira geral, o analista é um profissional de nível operacional que analisa controles e métodos, desenvolvendo relatórios e participando de planejamentos. 

Esse cargo pode aparecer dentro de diversas áreas de uma empresa, então você pode encontrar analistas de dados, de logística, administrativos, de marketing, etc. 

Neste artigo, vamos conversar sobre os principais níveis hierárquicos de uma empresa, o que faz um analista em uma organização e como saber a diferença entre analistas júnior, pleno e sênior. 

Você vai conferir:

Os níveis hierárquicos de uma empresa
Diferença entre analista, assistente e auxiliar
O que faz um analista júnior, pleno e sênior?
Como conquistar uma vaga de analista
Conclusão

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

Os níveis hierárquicos de uma empresa 

Mesmo que de maneira não intencional, a organização hierárquica de uma empresa sempre vai ter três níveis e se organizar como uma pirâmide: menor no topo e maior na base. 

Os três níveis que formam essa pirâmide são o nível estratégico no topo, o nível tático no centro e o nível operacional na base.

Leia um pouco sobre cada um desses níveis: 

  • Nível estratégico: concentra menos cargos, mas tem o poder de tomar decisões estratégicas sobre o futuro da empresa. É neste nível que se encontram o presidente e os diretores. O nível estratégico planeja os próximos passos da empresa e direciona seu crescimento. 
  • Nível tático: este nível concentra os cargos de gerência e coordenação, tendo como responsabilidade traduzir as estratégias em ações que serão colocadas em prática pelo operacional. Eles também gerenciam e coordenam, olhando para metas e objetivos. 
  • Nível operacional: base da pirâmide, este nível é composto por analistas, assistentes, auxiliares, técnicos e estagiários. Aqui é onde acontece a operacionalização do plano de negócios, tendo colaboradores focados em entregar tarefas específicas. 

O analista, então, se encontra na base da pirâmide, realizando atividades que ajudam a colocar em prática o plano de negócios desenvolvido pelo nível estratégico. 

Diferença entre analista, assistente e auxiliar 

Como vimos acima, na base da pirâmide organizacional, no nível operacional, se encontram vários cargos que operacionalizam o planejamento estratégico. 

Entre eles estão os analistas, assistentes e auxiliares. Porém, você sabe a diferença entre cada um?

Veja abaixo: 

  • Auxiliares: como o próprio nome já diz, os auxiliares prestam auxílio aos superiores. Seu trabalho costuma ser muito menos teórico e mais prático.  
  • Assistentes: ainda prestam auxílio aos superiores, porém os assistentes costumam ter atividades um pouco mais teóricas, precisando que se tenha certo conhecimento na área. Pode-se dizer que são o braço direito do superior. 
  • Analistas: por sua vez, o analista tem responsabilidades mais teóricas do que práticas, tendo uma atividade muito mais estratégica do que um assistente ou auxiliar. 

Ou seja, a principal diferença entre um auxiliar, um analista e um assistente é o caráter de suas atividades, se suas funções são mais estratégicas ou operacionais dentro do nível hierárquico.

o que faz um analista - uma analista trabalhando em empresa

O que faz um analista júnior, pleno e sênior? 

Você sabia que existem diferentes níveis dentro do cargo de analista? Sim, um profissional pode ser promovido dentro do mesmo cargo dependendo de sua experiência e formação. 

Essas definições podem deixar um candidato a uma vaga confuso, então vamos tentar esclarecer nesta seção, de uma vez por todas, o que significa ser um analista júnior, pleno e sênior.

Veja: 

  • Analista júnior: esses profissionais costumam ter menos experiência de mercado, às vezes sendo recém-formados. Eles podem ter autonomia para realizar suas funções, mas precisam da orientação de um superior para tomada de decisão. 
  • Analista pleno: já o analista pleno tem um pouco mais de experiência no cargo do que um analista júnior e também já tem mais maturidade para tomar decisões. Ele pode exercer suas atividades sem precisar de tanto auxílio. Entretanto, seu escopo ainda depende muito das decisões dos superiores. 
  • Analista sênior: por fim, o analista sênior é um profissional que já tem bastante experiência, consegue atuar com autonomia e é visto como uma liderança, podendo tomar decisões. A responsabilidade de um analista sênior é bastante alta. 

Além das funções serem uma grande diferença, o nível de senioridade de um analista também pode trazer diferentes exigências de especialização e salários. 

Por exemplo, é esperado que um analista sênior seja um especialista em sua área de atuação.

Na mesma medida, seu salário costuma ser mais alto do que o de um analista júnior e pleno. 

Como conquistar uma vaga de analista em uma grande empresa 

O primeiro passo para conquistar uma vaga de analista é ter um diploma de nível superior. 

Isso porque é esperado que um analista tenha responsabilidades que exigem um conhecimento teórico específico sobre a área. 

Como vimos, um analista atua diretamente com controle e análise, fazendo relatórios e trabalhando com metas.

Logo, é preciso ter uma formação que dê base para essas atividades. 

Então, um bom caminho a se seguir é começar uma graduação e conquistar um estágio. 

Assim, você poderá continuar como estagiário ou trainee durante sua formação e tentar uma vaga de assistente quando estiver prestes a se formar. 

O próximo passo é pleitear uma vaga de analista depois de algum tempo de experiência. 

Conclusão 

Esperamos que você tenha aproveitado as informações deste artigo para planejar a sua carreira! 

O cargo de analista tem um papel essencial para a operacionalização do plano de negócios, então você pode ter certeza de que estará fazendo sua parte para tornar a visão da empresa realidade. 

E se você quiser começar seu plano de se tornar um analista ainda hoje, não deixe de conhecer a graduação EAD FAESA! 

Chegou a hora de realizar o sonho da sua formação com o EAD que te impulsiona para o mercado. Conheça nossos mais de 20 cursos de graduação neste link. 

Leia também:

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.