Cursos de pós-graduação EAD

Por que se especializar em sistemas de telecomunicações?

Por Redação   | 

 Tag: Cursos de pós-graduação EAD

Sistemas de telecomunicações, ou telecom, como podem ser chamados, são sistemas que permitem a comunicação através da transmissão de dados e de voz. 

Devido ao avanço da tecnologia, em especial da Internet das Coisas (IoT) e do 5G, essa é uma área que está passando por transformações.

Transformações estas que podem significar novas e interessantes possibilidades para quem se interessa em trabalhar com telecom. 

Pensando nisso, trouxemos neste artigo uma breve explanação sobre o que são sistemas de telecomunicações, como está o mercado no Brasil, o que esperar para o futuro do setor e como se especializar na área. 

Você vai conferir: 

O que são sistemas de telecomunicações? 
O setor de telecomunicações no Brasil 
4 tendências na área de telecomunicações 
O mercado de sistemas de telecomunicações 
Como seguir carreira em sistemas de telecomunicações
Onde estudar sistemas de telecomunicações? 
 
Conclusão 

Comece sua pós-graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que são sistemas de telecomunicações? 

Os sistemas de telecomunicações permitem a troca de informações através de meios eletrônicos à distância. Essas informações podem ser dados, vídeos e transmissões de voz. 

Isso significa que os sistemas de telecomunicação são aqueles que permitem que nós nos comuniquemos com outras pessoas usando telefone, internet, etc. 

A ideia de transmitir informações não se limita a conversas, então meios de comunicação como rádio e televisão também entram na lista.

Outros sistemas de telecomunicações podem ser a fibra óptica, satélites e os meios mais antigos de transmissão de mensagens como o telégrafo. 

Hoje, as telecomunicações, ou telecom, como também podem ser chamadas, tem muito mais a ver com a transmissão de dados do que com linhas telefônicas. 

Devido a isso, a tecnologia tem se tornado muito presente no dia a dia de quem trabalha na área. As telecomunicações abrangem, então, SMS, e-mails, streaming, banda larga e acesso à internet. 

Quais são os tipos de telecomunicações? 

Os sistemas de telecomunicações podem ser classificados de acordo com alguns critérios. Os principais são três grandes categorias, de acordo com o fim, o uso e a abrangência. 

Os tipos de telecomunicações classificadas por finalidade são: 

  • Comercial: quando o sistema é administrado por uma empresa, em geral, privada, que cobra pelos serviços. Encaixam-se aqui os serviços de celular e internet. 
  • Governamental: sistemas que pertencem aos órgãos públicos e são utilizados por entidades governamentais, como, por exemplo, o sistema de radiocomunicação das polícias. 
  • Privado: quando um sistema pertence a um indivíduo para atender seus interesses. 
  • Amador: sistemas criados e utilizados sem fins lucrativos, para lazer ou utilidade pública. 
  • Experimental: utilizado para realizar testes, podendo servir ou não para uso de terceiros posteriormente. 

Já a classificação por abrangência territorial divide as telecomunicações da seguinte maneira: 

  • Local: quando se restringe a uma edificação, bairro, distrito ou cidade. 
  • Regional: quando engloba uma porção territorial do país, como um estado. 
  • Nacional: quando engloba toda a extensão do país. 
  • Internacional: quando transcende as fronteiras, como no caso da internet. 

Por fim, as telecomunicações também podem ser classificadas por uso, nessas categorias: 

  • Militar: quando o uso do sistema é exclusivo de instituições militares. 
  • Civil: quando o uso é exclusivo de instituições civis. 
  • Dual: quando o uso é civil e militar.

sistemas de telecomunicações - uma cidade inteligente

O setor de telecomunicações no Brasil 

O cenário das telecomunicações no Brasil enfrenta muitos desafios, desde a dificuldade em criar uma infraestrutura adequada em locais de difícil acesso até o déficit de mão de obra qualificada. 

Estima-se que exista mais de 267 milhões de dispositivos, entre móveis e fixos, conectados às telecom brasileiras.

Por isso, o setor sofre uma grande pressão para aumentar a convergência e a disponibilidade de acesso às redes. 

Segundo dados de uma consultoria especializada em tecnologia, o mercado de telecomunicações deve crescer 1,9% em 2021. 

Isso devido ao impulso da demanda por serviços digitais e pela chegada do 5G. 

4 tendências na área de telecomunicações 

O maior desafio do setor de telecomunicações é a conectividade mais rápida. Hoje, 78,3% dos brasileiros estão conectados à internet, o que faz o país ser o quinto mais conectado do mundo. 

Por isso, uma tendência para o futuro das telecomunicações é acompanhar a demanda pela conectividade de qualidade, com transferência de dados mais rápida e maior resolução. 

Devido à essa tendência, o que se é esperado do setor nos próximos anos está intimamente ligado a revolução do 5G e o avanço da Internet das Coisas (IoT), além de outros pontos da tecnologia da informação. 

Confira abaixo as 4 principais tendências para os sistemas de telecomunicações nos próximos anos: 

1 Rede 5G 

Há alguns anos, ouvimos falar sobre a conexão 5G como o próximo passo para a conectividade, e a demanda crescente por conectividade de alta velocidade trouxe o 5G para a realidade. 

A rede 5G é a tecnologia mais recente voltada à conexão em dispositivos móveis. Ela possui menor custo de conectividade e atraso de ponta a ponta, o que aprimora a relação do usuário com sua conectividade em comparação com a rede 4G. 

Popularizar a rede 5G, que já está em fase de testes em algumas cidades brasileiras, permite melhorias em vários aspectos, como um aumento na taxa de transmissão de dados e maior qualidade na capacidade de comunicação. 

2 Inteligência artificial 

A inteligência artificial é uma tendência em quase todos os setores, e quando aplicadas ao setor de telecom abrange muitas mudanças. 

O atendimento ao cliente é a primeira das áreas afetadas pela tendência, especialmente com o uso de chatbots. 

Fala-se também sobre a análise preditiva, mas também sobre utilizar softwares de machine learning para prever tendências futuras e possíveis obstáculos de infraestrutura. 

3 Big Data 

Empresas de telecomunicações acabam precisando lidar com um volume muito alto de dados, tanto de dispositivos móveis em si quanto de aplicativos. 

Logo, o Big Data será de grande ajuda para analisar e interpretar esses dados. 

Essa é uma prática importante para empresas buscarem vantagem competitiva, então o setor de telecom pode utilizar o Big Data para avaliar novos produtos, fornecer um melhor atendimento ao cliente e otimizar a rede. 

4 Internet das coisas e Cidades inteligentes 

A Internet das Coisas (IoT) é uma das maiores tendências dos sistemas de telecomunicações porque fala sobre uma rede de dispositivos conectados que conseguem se comunicar entre si e são controlados remotamente. 

A IoT já é uma realidade, com smartwatches e até geladeiras inteligentes, porém existe um passo adiante que também é uma tendência: as cidades inteligentes.

Elas criam uma rede interconectada que os residentes podem acessar online.  

As maiores vantagens das cidades inteligentes seriam permitir que os usuários gerenciem melhor seu dia a dia, criando maior qualidade de vida para os moradores ao simplificar serviços urbanos e meios de transporte. 

O mercado de sistemas de telecomunicações 

Dentro do mercado de sistemas de telecomunicações, o profissional atua planejando, implantando, operando e gerenciando projetos de sistemas de telecomunicações. 

Ele faz serviços de TV a cabo, telefonia, transferência de dados e comunicação. Tudo isso por meio de sinais em cabos metálicos, fibras ópticas, satélites e micro-ondas. 

O profissional da área de telecomunicações pode atuar em diversas áreas. Confira as principais: 

  • Atuar em sistemas de suporte à comunicação em empresas de telecomunicações, assim como em outras empresas que fazem uso delas; 
  • Atuar avaliando o impacto potencial ou real das novas propostas, considerando aspectos técnico-científicos, éticos e políticos; 
  • Atuar produzindo conhecimento sobre tecnologias em consonância com as exigências do mundo atual utilizando pesquisa avançada; 
sistemas de telecomunicações - como seguir carreira na área

Como seguir carreira em sistemas de telecomunicações 

Para se tornar um profissional de sistemas de telecomunicações, você pode seguir diversos caminhos. Existem cursos técnicos, tecnológicos e bacharelados. 

Porém, se você já tem uma graduação, o mais indicado é uma pós-graduação na área. 

Perfil do profissional da área 

O perfil esperado de um profissional de sistemas de telecomunicações é: 

  • Gostar de trabalhar em equipe; 
  • Ter iniciativa; 
  • Não ter receio de atuar na prática; 
  • Saber lidar com especialistas de outras áreas; 
  • Gostar de conduzir projetos e analisar resultados; 
  • Ter a informática como aliada. 

O que se estuda em telecomunicações? 

Como a área de sistemas de telecomunicações lida com transmissão e tecnologia, os alunos estudam planejamento e gestão, fundamentos de tecnologia e implantação e manutenção de sistemas, entre outros assuntos relacionados. 

As principais disciplinas são: 

  • Tecnologia da informação 
  • Design Thinking 
  • Inovação em TI 
  • Fundamentos de redes de telecomunicações 
  • Redes de computadores e banda larga 
  • Tecnologia e infraestrutura de comunicação 
  • Conceitos básicos de IoT 
  • Segurança da informação 
  • Gerência de projetos 
  • Computação em nuvem 
  • Big data 

Qual é o salário de quem trabalha com telecomunicações? 

Assim como existem diversos caminhos para se tornar um profissional da área, também existem diferenças salariais significativas. 

Um técnico recém-formado, por exemplo, tem média salarial de R$1.300,00.

Porém, a faixa salarial de profissionais de telecomunicações pode ir de R$2.000,00 a R$25.000,00 dependendo da empresa, tipo de contratação, cargo e senioridade. 

Onde estudar sistemas de telecomunicações? 

Aproveitamos esse espaço para indicar para você a Pós +Carreira EAD FAESA em Telecomunicações com Ênfase em Redes, Sistemas de Informação e Internet das Coisas. 

Este é o curso ideal para atualizar os seus conhecimentos acerca do uso das telecomunicações nos novos sistemas e internet das coisas.

É uma especialização que foca nas práticas tecnológicas que envolvem as telecomunicações. 

Ou seja, você vai aprender como projetar, analisar e manter sistemas e redes, assim como angariar conhecimento para a implantação da internet das coisas, automações e soluções. 

Este é um curso indicado para profissionais com curso superior nas áreas de tecnologia e engenharia, ou para os graduados que já atuam na área e estão buscando se especializar. 

Além disso, a Pós +Carreira EAD FAESA tem o diferencial de ser uma especialização focada no mercado de trabalho. Nela, você conquista um certificado intermediário a cada eixo concluído. 

Isso significa que já nos primeiros três meses de curso, você recebe um certificado de extensão e pode atualizar seu currículo. 

Ao longo da especialização, você recebe quatro certificados, eles são: 

  • Estratégia e inovação em TI 
  • Redes e Tecnologias para a Distribuição da Informação 
  • Internet das coisas (IoT) 
  • Tópicos especiais em sistemas de informação 

E ao final do curso, você garante o diploma de Especialização em Telecomunicações com Ênfase em Redes, Sistemas de Informação e Internet das Coisas 360h. 

A Pós +Carreira EAD FAESA também ajuda você a direcionar a sua profissão proporcionando consultoria de carreira.

Conheça todos os detalhes dessa oportunidade clicando aqui. 

Conclusão 

Chegando ao final deste artigo, esperamos que você tenha conseguido entender por que uma especialização em sistemas de telecomunicações pode ser o ideal para sua carreira neste momento. 

Não deixe de conferir os links que trouxemos aqui abaixo e nosso curso de pós-graduação EAD em Telecomunicações com Ênfase em Redes, Sistemas de Informação e Internet das Coisas. 

Leia também: